Tudo sobre ÓLEOS ESSENCIAIS NATURAIS

BEM-VINDO AO MUNDO DOS ÓLEOS ESSENCIAIS! Neste blogue, encontrará toda a informação, propriedades e benefícios dos principais óleos essenciais. Além disso, iremos recomendar-lhe alguns usos e aplicações interessantes para o nosso corpo. A seguir, deixamos-lhe uma lista das essências mais utilizadas:

Qual é a história dos óleos essenciais?

O uso de óleos essenciais remonta bem antes da era moderna, para o Egito antigo. Ao longo dos séculos, foram encontrados papiros que atestam a existência de “plantas da vida” de 4500 a.C.

Eles foram usados ​​como algo sagrado, uma vez que a medicina estava ligada à magia e a diferentes símbolos.

Atualmente, os óleos essenciais são usados ​​em diferentes áreas: na medicina, cosméticos, perfumaria ou durante o embalsamamento. O perfume era usado para sedução e em ambientes religiosos, enquanto a aplicação de bálsamos era bastante difundida e não se limitava a reis e pessoas ricas. A religião e os óleos essenciais estavam intimamente ligados, pois eram usados ​​no processo de mumificação. Dessa maneira, o falecido se aproximou dos deuses. Graças à maceração das ataduras nos óleos essenciais antes de serem aplicadas no corpo, algumas delas foram particularmente bem preservadas por vários séculos.

Os egípcios os obtiveram por meio de uma destilação bastante rudimentar, usando maceração e fiação. As plantas foram misturadas com água fervente. Depois de adicionar os tecidos a essa mistura, os egípcios deixaram a preparação para marinar por vários dias, para que a essência os impregnasse bem. Para recuperar essa essência, o tecido foi centrifugado manualmente.

Quanto aos modos de administração da época, existem alguns que não foram alterados. Normalmente eles eram aplicados na forma de pomada ou bálsamo, sendo a aplicação mais comum cutânea. No entanto, o uso oral, óleo essencial puro ou em infusão, também foi bastante popular.

Hoje, a civilização egípcia é considerada como a criadora de óleos essenciais. Ele também influenciou diferentes culturas e civilizações, contribuindo com seus conhecimentos de medicina para os gregos, romanos e toda a bacia do Mediterrâneo.

O que são óleos essenciais?

Os óleos essenciais são concentrados a partir de matérias-primas vegetais, intensamente aromáticas, não oleosas, voláteis e leves, obtidas diretamente de plantas, raízes, flores, folhas, árvores … É um composto químico natural que podemos usar como remédio caseiro em muitas situações. Além disso, na aromaterapia, os óleos essenciais são utilizados para fins terapêuticos.

Existem tantos tipos de óleos essenciais quanto plantas de onde podem ser extraídos. O processo de criação de um óleo essencial é físico (destilação ou extração), não químico, com o qual é possível manter as propriedades específicas da planta da qual é obtida. Para a criação de qualquer óleo essencial, são necessárias grandes quantidades de sua matéria-prima.

Quais são as propriedades e os benefícios dos óleos essenciais?

Cada óleo essencial se destaca por seus benefícios particulares, mas há alguns que compartilham a maioria deles. Entre essas propriedades gerais dos óleos essenciais puros, podemos destacar que são antibióticos, regeneradores celulares, antivirais e anti-sépticos. Além disso, muitos deles contêm propriedades antimicrobianas e antifúngicas, imunoestimuladores e melhoram a circulação sanguínea e o sistema linfático. Outros benefícios de seu uso são:

– Melhore o sono: o óleo de lavanda pode ser eficaz no tratamento da insônia.

– Rejuvenesça a pele e elimine rugas: misture algumas gotas de sândalo, gerânio ou óleo de lavanda com uma loção facial.

– Massagens: Muitos dos óleos podem ser misturados com uma loção de massagem.

Banho relaxante: basta adicionar algumas gotas do óleo essencial na banheira para desfrutar das propriedades rejuvenescedoras dos diferentes óleos.

Reduzir a celulite: por exemplo, através de uma massagem com óleo de coco.

– Perfume natural: você pode aplicar algumas gotas diretamente na pele. Os óleos mais utilizados para perfume são lavanda, baunilha e jasmim.

Trate a acne: através da aplicação tópica de óleo de tea tree.

Saúde do cabelo: você pode misturar algumas gotas de óleo de lavanda em seu shampoo para melhorar a saúde do seu cabelo.

fragrância natural

Como são obtidos os óleos essenciais?

Existem várias técnicas que variam de acordo com a parte da planta tratada, sua fragilidade e sua características botânicas:

– Destilação de vapor de água

Destilação a vapor, ou remoção de vapor, é a técnica mais comum para obter óleos essenciais. É a única técnica autorizada pela Farmacopeia Europeia, juntamente com prensagem a frio para extrair óleos essenciais das conchas dos críticos.

O alambique foi inventado pelos faraós e aperfeiçoado pela civilização árabe. Consiste geralmente em um tanque de metal inerte, como cobre ou aço inoxidável, com uma peneira no fundo, para que as plantas não entrem em contato direto com a água. O vapor gerado Ele atravessa a planta e extrai as micropartículas do óleo essencial. Este vapor de água aromático é resfriado em uma bobina usando um circuito de água fria. Na saída da bobina, você obtén uma mistura de água aromática e óleo essencial. Óleo essencial, de menor densidade que a água flutua, permitindo que seja recuperada pela diferença de densidade através de um copo Florentino ou Esenciero. O óleo essencial é separado da água de destilação, o hidrolato (também chamada água floral para flores).

– Imprensa a frio

A técnica de prensagem a frio é reservada para cascas de frutas cítricas (limão, lima, laranja doce e amarga). O óleo essencial de citros é encontrado em sacolas pequeñas localizado sob a pele da fruta (pericarpo). Prensas são usadas para executar esta técnica hidráulico A polpa e o óleo essencial são então separados na centrífuga. Esta técnica é usada principalmente para obter óleos vegetais não concentrados.

– Maceração por saturação

Esta técnica consiste em espalhar uma camada dessas substâncias legumes quebradiços entre duas grossas camadas de gordura. Materiais estão sendo renovados legumes até a gordura ficar saturada com a fragrância da planta. É então removido o excesso de gordura e você obtém uma essência absoluta (ou absoluta), um óleo essencial de muito alta qualidade olfativa. Nosso laboratório produz uma flor de rosa Damasco rosada de acordo com as método tradicional. Esta técnica é o único que permite recuperar a fragrância da planta em toda a sua plenitude.

Extração através de solventes

Atualmente, a técnica de extração por solvente substitui a do enflorado. Consegue também obter essências absolutas em grande demanda entre os perfumistas para a pureza do seu aroma poderoso.

flhores aromaticas

Como os óleos essenciais são usados?

Por serem substâncias altamente concentradas, os óleos essenciais devem sempre ser usados ​​diluídos em outros elementos, como óleos vegetais, água ou argila. Existem três maneiras diferentes de aproveitar os benefícios dos óleos essenciais para o nosso corpo:

– Por inalação, este técnica permite que partículas muito finas de óleos essenciais se espalhem no ar e se beneficiem de sua efeito pela via respiratória. Utilizado dessa maneira, óleos essenciais, enquanto perfuma o ambiente, permite purificar o ar. A dose deve sempre ser reduzida para não perturbar.

– Por via cutânea, os óleos essenciais penetram na epiderme com grande facilidade, atingindo todos os tecidos. Por esse motivo, os óleos essenciais devem ser cuidadosamente escolhido com base em sua compatibilidade com a pele. Debe estudar a dose e o solvente escolhido, dependendo do objetivo pretendido pegue.

– Oralmente, os óleos essenciais podem ser tomados na forma de pílulas, embora nesse caso deva ser um especialista que faz a prescrição e a dosagem, porque esses óleos são muito concentrados e, quando usados ​​incorretamente, podem gerar envenenamentos graves.

Modo de emprego

Como comentamos anteriormente, os principais usos dos óleos essenciais incluem cuidados terapêuticos, massagens terapêuticas, dermocosméticos e capilares, balneoterapia, perfumaria e gastronomia.

– Estes óleos são extratos vegetais altamente concentrados. Excipientes apropriados devem ser usados para todas as vias de absorção, especialmente para a via oral.

– Os óleos essenciais não são solúveis em água; portanto, a água não deve ser usada como excipiente. Então é preferível use óleos vegetais (de oliva, de amêndoas doces, etc.), uma base de limpeza (xampu, gel de banho), álcool ou uma base de creme neutro.

– Para a via oral, diluir o óleo concentrado em um óleo vegetal, em mel ou em xarope de açúcar de bengala.

Qual é a diferença entre um óleo essencial e um óleo vegetal?

A confusão entre óleos essenciais e óleos vegetais é bastante comum. Embora os dois sejam substâncias com grandes propriedades para nós, suas características, usos e benefícios são totalmente diferentes. Em termos gerais, podemos dizer que a principal diferença entre os dois é o grau de pureza e concentração, sendo óleos vegetais, obtidos principalmente por técnicas como prensagem a frio e essenciais com técnicas como destilação.

Como preservar os óleos essenciais?

Sempre protegido da luz e em seu recipiente de vidro original. Fique longe de qualquer fonte de calor. Os óleos essenciais são frágeis e podem ser alterados se preservados de uma maneira incorreta.

Manter fora do alcance das crianças (armário trancado). Salve os frascos com um rótulo legível para evitar confusão.

propriedades naturais

Precauções e efeitos colaterais

Muitos dos óleos essenciais que são tóxicos, portanto, você deve ter muito cuidado e conhecer bem cada tipo de óleo antes de usá-los. Não é aconselhável usá-los com muita frequência, pois eles podem trazer riscos à saúde. Não recomendamos a ingestão de óleo essencial.

Aconselhamos o uso de óleos essenciais em bebês, crianças ou mulheres grávidas. Você também não deve usar os óleos com seus animais de estimação.

Os efeitos colaterais que derivam de óleos essenciais são múltiplos. Alguns exemplos são: desconforto, dor de cabeça, sonolência, alergias de pele e irritações. Você deve sempre testar com uma pequena quantidade de óleo para verificar se não tem alergias. Você nunca deve aplicar os óleos nos olhos ou em outras áreas sensíveis.

Os óleos essenciais podem causar dependência se usados ​​com muita frequência e falta de concentração; portanto, não é aconselhável usá-los se você precisar se concentrar.

Os óleos cítricos são fototóxicos; portanto, se você os aplicou topicamente, recomendamos aguardar 72 horas antes de se expor à luz solar ou a luz artificial.

Sempre precisamos usar marcas reconhecidas para garantir que os ingredientes sejam da mais alta qualidade. Se sentir desconforto ao usar qualquer óleo essencial, pare de usá-lo e consulte o seu médico.